Amarrados no Tênis

O mundo do tênis como você nunca viu!

Maior tenista do Brasil, Guga dá adeus à ATP

Guga - Tricampeão de Roland Garros (1997,2000 e 2001)

Guga - Tricampeão de Roland Garros (1997,2000 e 2001)

Nesta segunda-feira, dia 20 de abril, o maior tenista brasileiro de todos os tempos deixou de fazer parte do ranking mundial de tênis. Gustavo Kuerten, 32 anos, teve seus últimos pontos descontados e virou história no esporte. Seu nome já não pode ser mais encontrado na lista divulgada pela ATP (Association of Tennis Professionals).

 

O atleta catarinense comprova o sucesso da sua carreira com as diversas conquistas que teve ao longo dos 13 anos que esteve no ranking mundial.

 

Em 1996, Guga ajudou o time brasileiro na conquista da Copa Davis ao vencer a equipe da Áustria. No final de 97, o tenista garantia seu lugar como o segundo melhor do Brasil, apenas atrás de Fernando Meligeni, o Fininho.

 

Nesse mesmo ano, o catarinense tornou-se o primeiro tenista masculino brasileiro a vencer um Grand Slam na modalidade individual. Uma das séries mais importantes do circuito profissional mundial de tênis e primeiro título de Roland Garros para o Brasil.

 

Apesar da sequência de vitórias, Guga ainda não se encontrava entre os 50 melhores na lista da ATP. Porém, o número de torcedores e novos praticantes que a Gugamania trouxe para esse esporte foi bastante relevante. O tênis passou a ser praticado por todo o país, desde favelas até na alta sociedade e virou a grande febre nacional.

 

A carreira de Kuerten teve seu auge nos anos 2000 e 2001, quando levantou mais duas taças de Roland Garros, venceu grandes nomes do tênis mundial como Pete Sampras e Andre Agassi, assumiu a liderança do Ranking da ATP e tornou-se o número 1 do mundo, lugar hoje ocupado por Rafael Nadal.

 

No final de 2001 começaram as complicações musculares e Guga viu-se obrigado a primeira cirúrgua no quadril direito e obrigaram-no a se afastar do circuito por períodos longos. No final daquele ano, o brasileiro não consquistou as três vitórias para que ele se sagrasse novamente como jogador número um.

 

Desde então, as sucessivas contusões e uma outra cirúrgia no quadril deu poucos resultados expressivos ao atleta. Como não conseguiu firmar-se no esporte, Guga optou por dar o seu adeus definitivo à carreira de tenista, em 2008.

 

“Não é que eu não queira realmente jogar mais, eu peço desculpa, mas é que realmente eu não consigo mais”, essa foi a frase dita pelo grande campeão em sua despedida no Brasil Open de 2008. Pois é Guga, seu nome pode ser apagado da ATP, mas está marcado na história do tênis brasileiro e mundial.

 

No vídeo abaixo, não ficará em evidência o momento de despedida de sua carreira, mas o mais importante dela, suas conquistas:

 

About these ads

21/04/2009 - Publicado por | Brasil, Tênis Internacional, Tênis no Brasil

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: